LINDA MARTINI

Os Linda Martini nasceram em 2003 e são uma banda de Rock. Da sua formação fazem parte André Henriques, Cláudia Guerreiro, Hélio Morais e Pedro Geraldes. Desde a edição do primeiro EP, em Janeiro de 2006, que a banda tem sido bastante acarinhada, quer pelo público, quer pela imprensa musical e promotores. Prova disso mesmo, são as várias distinções de “disco do ano”, a presença e espaço de antena constantes nos principais veículos de comunicação e a presença assídua em festivais e queimas das fitas. Em 2006, o single “Amor Combate” foi considerado o single do ano pelo Henrique Amaro da Antena 3 e, no mesmo ano, o disco de estreia – “Olhos de Mongol” foi distinguido como “disco do ano” para os leitores da revista Blitz. Em 2008 a banda editou um EP em vinil, exclusivamente, continuando um trajecto ascendente e promissor. 2009 foi ano de reedição do álbum de estreia – “Olhos de Mongol” – em conjunto com o primeiro EP – “Linda Martini”, ambos esgotados há muito. Foi também o ano em que a banda foi convidada a fazer um disco gravado ao vivo, pela Optimus Discos.

Em 2010 foi editado o segundo longa duração – “Casa Ocupada” – , disco que elevou a banda para um outro patamar, contribuindo para isso o som conciso denso e pesado deste novo trabalho. Nunca esquecendo as suas raízes, com um pé no punk e outro no hardcore, em 2015 foi editado o seu quinto disco, 3º longa duração. Este disco, “Turbo Lento”, contou com uma colaboração com Chico Buarque em Febril (Tanto Mar) – sample autorizado. Em 2016 é editado “Sirumba”, o 4º longa duração de Linda Martini. Afiguram-se como uma banda referência do rock português, cada vez mais consolidados e adultos. Em 2018 a banda lançou “Linda Martini”, um disco que marcou o reencontro com o rock “mais cru” dos primórdios deste quarteto de Lisboa. 2018 e 2019 demonstram que é ao vivo que a banda mostra toda a sua força, com concertos explosivos, uma máquina bem oleada que cruza velocidade rítmica com serenidade melódica.